Marco Rodrigues / A Rima mais Bonita / Fado

Fado tem gente jovem de muito valor: Aqui Marco Rodrigues, com poema de Tiago Torres da Silva e música no tradicional “Fado Alberto” com arranjo de entrada muito bonito.
Eis pois um jovem que dá toda uma lição de maturidade ao interpretar o sentimento que o fado tem.
Vencedor da Grande Noite do Fado em 1999 e Prémio Amália 2007, editou há pouco seu segundo CD “!Tantas Lisboas” do qual escolhi este “A Rima mais Bonita” Um abraço. Américo

Belo Momento musical / zé Perdigão e José Cid

Que pena não se dar notoriedade a José Perdigão como ele merece.

Grande voz, grande sentimento e expressão na sua bela voz além de presença sóbria e segura. Aqui em dueto com esse, ícone dos Grandes da Musica Portuguesa,  José Cid , que apadrinha com generosidade esta pérola que devemos acarinhar, pois é seguramente um valor para o panorama musical Português. Um abraço.   Américo

“Llanto Gitano” no fado “Povo que Lavas no Rio”

Ao rever gravações de há anos, pelo meu arquivo, relembro aqui esta fenomenal interpretação do Povo que Lavas no Rio, pelo José Ezequiel Boguinha, concorrente ganhador da Grande Noite do Fado em 1997. no Coliseu em Lisboa.
Para mim depois de Amália, é a interpretação que mais gosto (E há tantas) deste “Fado Vitória com o famoso poema de Pedro Homem de Melo, que Amália eternizou.
Este cantar do Boguinha, com o “llanto gitano” Andaluz, penso ficar lindamente no Fado. Notem é apenas a minha opinião e gosto. Pena é não saber mais nada dele, pois é um valor e um artista. Um abraço Américo

 

Manuela Cavaco

Meu primeiro vídeo de Manuela Cavaco: porque só agora? – apenas por ela ter felizmente, muitos vídeos editados e em vários blogues. Algum dia tinha de ser, pois admiro imenso esta Senhora de muita personalidade ao cantar, além de uma simplicidade que enamora a quem a vê e a ouve.
Este “Raul Pinto” na sua voz tem muita categoria. Meus senhores, silencio: Canta Uma  Senhora Fadista – MANUELA CAVACO!!! Um abraço. Américo

Maria Valejo / Se há Flores na Primavera

.

De novo com Maria Valejo, voz bonita

 e bem fadista desta alentejana, que foi grande nome no Fado.

Sempre é um gosto muito grande ouvi-la cantar, com estilo e voz muito própria.

Aqui neste “Zé Negro” com letra de António Calém.

Um abraço. Américo

—————————————————————