Há muito que andava para voltar a Adélia Pedrosa, Fadista há largos anos radicada no Brasil, onde canta a alma portuguesa exprimindo no Fado a Saudade e o castiço da Canção Nacional. Para ela e para sua filha Cláudia, grandes amigas,. toda a minha amizade e consideração, com este pequeno trabalho do Grande Compositor, fadista, e poeta que é Joaquim Pimentel. Grande abraço. Américo

Posted in 1.

Berta Cardoso – Sempre uma Saudade

Volto a dedicar á Drª Ofélia Pereira, pela sua tenaz perseverança em nos manter viva a memória da saudosa e grande Berta Cardoso, este fado que ela mesma já tinha editado em 2008, e agora eu quis dar uma achega, com outra versão a este bonito fado, Noite de São João, que tem letra de Linhares Barbosa e música no Fado Triplicado de José Marques. Com um bjinho á TiaMacheta, sempre o meu respeito e carinho. Américo

De Novo com António Pelarigo

Gosto imenso de ouvir cantar o António Pelarigo, e vou transcrever o que escrevi já há 2 ou 3 anos no primeiro vídeo que editei dele – Continuando a minha caminhada pelo fado antigo e tradicional, trago hoje um Fadista que gostava de ver realçado o valor que merece sua voz e seu porte fadista. António Pelarígo, senhor de um castiço e melodioso cantar, retirado no seu Ribatejo, onde canta para os amigos, e vizinhos, ficando em nós a pena sincera, por não o vermos no lugar que o Fado devia ter para ele. Meus senhores, silêncio, canta o António Pelarigo.Um abraço para ele e a todos também. Américo

Duarte – Fim de Primavera

Mais um vídeo que edito de Duarte – Fadista do Alentejo, terras que tão bons valores tem dado à cultura popular Portuguesa.
Fim de Primavera – Letra do próprio Duarte , e música no Fado Franklin ( Sextilhas)
Um abraço ao Duarte – Américo

A Grande Fernanda Maria

Mais um vídeo que acabo de realizar de Fernanda Maria. Sempre que a oiço me recordam noites em sua Casa “Lisboa a Noite” já lá vão uns anos, e noitadas fadistas de grande fervor e fado castiço. Este tema foi um dos seus grandes êxitos e sempre que alguém o canta vem sempre a memória a Fernanda Maria, Fadista com o seu pedestal no Fado como interprete das mais genuínas. A letra do grande poeta popular Carlos Conde e a música de Casimiro Ramos que lindos fados musicou. Bjinho á Fernanda Maria com votos de boa saúde e a todos aquele abraço fadista. Américo