Américo – Quadras Soltas de Artur César Vale Rego

Tenho dois livros de poemas deste saudoso autor, que em uma das noites do Kalunga se emocionou, quando por surpresa cantei um dos seus poemas. Sua filha, minha cliente de anos mais o marido, convidaram-no a vir até cá, antes já a filha me tinha oferecido o primeiro livro dele, depois ele acabaria dois anos antes de morrer de me autografar e oferecer o segundo. Pois com muita saudade gravei agora este seu Quadras Soltas, que dedico com carinho a uma grande amiga, Quinita Pimental pelo seu grande amor ao Fado.Os slides e montagens são de outra grande amiga Filomena Franco (Mena) a quem sempre estou muito grato. bjinho. Américo

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s