José Coelho / Eu Gosto Daquela Feia

Saudades, muitas saudades, deste Amigo e colega de noitadas fadistas, naquela Angola que tanto amavamos. O José Coelho, era um homem sempre alegre, muito amigo de todos, alma boa e que tratava o Fado como o Fado merece ser tratado. Vejam e oiçam como ele timbra, e como a sua dicção era irrepreensível , não se perdia uma palavra do poema que interpretava, além disso, sabia muito de Fado. Grande amigo, nunca me esqueço de nossas conversas, sobre Lisboa e o Fado com as saudades mais que muitas que nessa altura se sentia por estar longe da Pátria e dos Amigos que cá tinham ficado. Para ti com emoção um abraço na Paz do teu eterno descanso. Américo (O gaiato como me chamavas)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.